Vítima de acidente, quase morre depois da médica de plantão fazer birra com a PM. segundo a denúncia

Por birra com a Polícia Militar mulher quase morre sem atendimento.

Na madrugada desta quinta-feira (6), os policiais militares, tiveram um duplo serviço. Além de cumprirem o seu papel, em um acidente, como autoridades, ainda tiveram que realizar o transporte de ambulância, porque segundo eles, uma médica do (Samu), se recusou a enviar a equipe para ajudar a salvar a vítima.

Tudo aconteceu por volta das 0h15, quando uma equipe da PM, observou um acidente que ocorreu na Avenida Barão de Melgaço, em Cuiabá, e de imediato, pediu que os colegas tomassem conta da ocorrência, porque eles já estavam ocupados.

PUBLICIDADE

A equipe se deslocou ao local,m e deparou-se com uma motocicleta Honda Fun preta, jogada no chão, e juntamente estava uma jovem acidentada, de 27 anos, também no chão e queixava-se com falta de ar e dores no peito, e tinha outra de 26 também com ferimentos na cabeça, após sofrer um corte.

Os agentes, acionaram o serviço do Samu, de imediato, e a atendente transferiu a ligação para a médica que estava de plantão. Mas essa transferência, ainda demorou alguns minutos.

PUBLICIDADE

Quando a médica de serviço, atendeu a PM, falou sobre a urgência do ocorrido, por uma vítima que estava com um ferimento na cabeça, e outra com dificuldades em respirar, mas a médica percebeu que eles estavam nervosos.

As autoridades, tentaram dizer que apenas estavam reclamando sobre a demora do atendimento, mas a médica desligou o telefone. Enquanto os agentes continuavam a tentar pedir ajuda, a vítima que estava com problemas de falta de ar, acabou por desmaiar, parando de respirar e ficou com cor roxa.

PUBLICIDADE

Em desespero,ao ver a situação e o risco de a vítima não resistir, a PM iniciou logo uma manobra de reanimação cardio-pulmonar. Eles pediram ajuda por via rádio ao Samu, e mais uma vez informaram sobre o estado da situação, para o Ciosp, e uma outra equipe da PM escutou.

Foi então que essa mesma equipe, se dirigiu até a base do Samu, e constatou que estava ali uma ambulância parada.

Foi então, que a PM questionou o motivo daquela ambulância estar parada, invés de atender no pedido de ajudam, e receberam a informação através de uma funcionária, que a ambulância não iria sair sem qualquer ordem dada pela médica de plantão.

Depois da equipe da PM, tomar outras medidas mais drásticas, a médica de plantão se manifestou. Foi então que ela falou, que já tinha recebido duas ligações de pedidos para essa ocorrência, mas que na primeira, os agentes não deram muitas informações, pois “a guarnição tinha sido mal educada”, conta no BO.

Depois de ver que a médica, não estava cedendo ao atendimento da ocorrência, simplesmente porque não queria, e uma vez que a vítima estava em risco de vida, os policiais pegaram na jovem, colocaram no carro patrulha e levaram para o hospital. onde ela ainda chegou com vida, e foi atendida pela equipe de plantão que a levou para a emergência.

Já a outra jovem, também foi transferida para o hospital pela PM, e pela equipe oficial de área, uma vez que o Samu, continuou a negar o pedido de ajuda.

 

 

 

 

 

PUBLICIDADE

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!