PM passou 45 dias no hospital devido a um acidente de trânsito, e acabou morrendo ao ser contaminada pela covid-19

A Soldado Liliane Silveira Quintana, 35 anos de idade, foi a primeira agente da Brigada Militar a falecer por causa da covid-19.

A soldado Liliane Silveira Quintana, de 35 anos de idade, faleceu nesta última terça feira, dia 16 de Junho, isso depois de ficar 45 dias lutando pela sua vida após sofrer um acidente.

Liliane fazia parte da Brigada Militar de Santana do Livramento, localizado na fronteira Oeste, a soldado teria sido vitima de uma acidente, mas depois de ficar internada no hospital, acabou contraindo o vírus da covid-19.

PUBLICIDADE

O acidente que resultou em sua internação, ocorreu no dia 2 do mês de Maio, isso quando a soldado estava com um colega e os dois estavam indo atender uma ocorrência de um mau súbito.

No momento a ambulância do SAMU estava atendendo em outro local e por isso a Brigada Militar foi solicitada para atender ao chamado de emergência.

PUBLICIDADE

Porém no decorrer do caminho, a viatura em que os soldados estavam acabou colidindo de frente com um ônibus, isso no bairro Wilson, com o acidente, os dois policiais saíram feridos, mas a soldado foi a vitima mais grave.

O ônibus teria atingido a parte da frente da viatura, mas do lado em que Liliane estava, e por isso acabou que ela teve muitos ferimento graves.

PUBLICIDADE

O colega que estava no acidente também precisou de atendimento médico e ficou internado durante alguns dias, mas logo recebeu alta e foi para casa, isso segundo o major Aníbal Menezes da Silveira, que é subcomandante do 2° Regimento de Polícia Montada.

Liliane foi internada em uma unidade de saúde no dia do acidente, e quando foi dia 08 ela precisou ser transferida para um hospital, ela obteve diversas complicações em seu estado de saúde, além de amputar uma de suas pernas.

Segundo informações da prefeitura local, a soldado havia apresentado um quadro de saúde com bons resultados, ela estava até consciente.

Mas infelizmente ainda no hospital, Liliane foi contaminada pelo vírus da covid-19, o que acabou agravando o seu quadro de saúde, e acabou ocasionando a sua morte na última terça feira, dia 16 de Junho pela doença.

O hospital onde ela se encontrava internada confirmou o falecimento da soldado, e comunicou que passaria informações sobre o estado de saúde, pois essa informações só eram destinadas aos familiares.

Após o falecimento de Liliane, a prefeitura local decretou luto oficial em toda a cidade por 3 dias, já que a soldado foi a primeira pessoa que fazia parte da Brigada Militar a falecer pela doença.

 

 

 

 

 

 

PUBLICIDADE

Escrito por Margareth Santos

Gosto de dedicar uma parte do meu tempo levando noticias e informações através de matérias relacionadas a tudo, inclusive de saúde, culinária, famosos e do mundo da maternidade.