No Reino Unido, polícia encontra 39 corpos dentro de um caminhão

No leste de Londres, os policiais encontraram 39 corpos, um deles era de um adolescente, confira

Nesta última quarta-feira, dia 23 de outubro, o mundo se surpreendeu com a notícia de que a polícia britânica encontrou 39 corpos dentro de um baú de um caminhão em Londres. Os corpos foram encontrados em uma indústria em Waterglade, em Grays, localizada na região de Essex.

O norte-irlandês de 25 anos que estava dirigindo o veículo foi preso na hora pela suspeita de assassinato. As autoridades informaram que entre os 39 corpos 38 são de pessoas adultas e o outro seria de um adolescente.

PUBLICIDADE

Ainda não descobriam as nacionalidades das vítimas e a polícia britânica não sabe dizer se elas são imigrantes ou não. A identificação dos corpos foi dada como prioridade, porém, os policiais explicaram que tal processo pode demorar.

As investigações apontaram que o caminhão veio da Bulgária e entrou no Reino Unido através de Holyhead, uma cidade portuária do País de Gales. Na cidade existe um serviço regular de balsar que leva até Dublin, na Irlanda.

PUBLICIDADE

Um comunicado informou que no começo informaram que o caminhão entrou no país através de Holyhead, no dia 19, sábado. Mas após algumas investigações mais apuradas, os policiais acreditam que o veículo viajou de Zeebrugge (Bélgica) para Purfleet, na Inglaterra.

Depois o caminhão ficou estacionado na área de Thurrock. Durante a madrugada desta quarta-feira, os serviços de ambulância emitiram um alerta e o veículo acabou sendo encontrado pelas autoridades.

PUBLICIDADE

Nenhum sobrevivente foi encontrado dentro do baú onde os corpos estavam. O Ministério das Relações Exteriores da Bulgária se posicionou sobre o caso e informou que o caminhão estaria registrado no país em nome de uma pequena empresa que possui cidadania irlandesa.

Dentro do Reino Unido os búlgaros têm direito de trabalhar, porém, a Bulgária faz fronteira com a Turquia e o país é constantemente utilizado como rota de imigração ilegal. A fronteira também serve como rota de fuga de refugiados das regiões como o Oriente Médio, África e Ásia.

O primeiro-ministro Boris Johnson comentou o caso e declarou estar horrorizado com o acidente. Afirmou que o ministério do Interior vai trabalhar duro com o apoio da polícia de Essex para descobrir o que realmente aconteceu.

A notícia segue percorrendo o mundo e surpreendendo com a informação de que quase 40 corpos foram encontrados dentro de um caminhão. A mídia mundial aguarda uma conclusão do caso.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.