Mulher é presa, após afirmar estar com os sintomas do coronavírus parar ter prioridade em atendimento

Conforme relatado pela delegacia de Copacabana, a mulher afirmou ter chegado de uma viagem na China recentemente, E havia inventado essa mentira apenas para ter atendimento prioritário.

Como é de conhecimento de todos, possui um vírus que tem tirado a paz e a vida de muitas pessoas, até então o maior numero de pessoas infectadas por essa doença se encontra na China.

Mas possui muitos brasileiros que estiverem nesse pais, e por isso existe uma grande chance do vírus acabar se repassando para outros lugares, e por isso muitos países estão em alerta, principalmente o Brasil.

PUBLICIDADE

E já sabendo dessa situação, uma mulher teria fingido estar com o coronavírus apenas para conseguir um atendimento mais rápido em uma unidade publica de sude na cidade do rio de janeiro.

O fato teria ocorrido na ultima sexta feira, dia 7 de fevereiro e uma unidade de pronto atendimento, mais conhecida como UPA, na zona sul do Rio.

PUBLICIDADE

Conforme informações passadas pela 12ª DP de Copacabana, a mulher teria declarado diante dos funcionários da unidade publica, que havia voltado recentemente de uma viagem em Hong Kong, na China.

E com essa declaração, ela afirmava estar sentindo todos os sintomas que consequentemente apareciam por causa da doença, o que acabou alarmando a todos que estavam na unidade, inclusive os funcionários.

PUBLICIDADE

Diante da situação, funcionários da unidade de saúde acionaram o protocolo internacional para agirem no tratamento do vírus, primeiro colocaram a paciente isolada e começaram com os procedimentos necessários.

Submetendo ela a uma série de exames, e enquanto funcionários a questionava sobre a doença, ela afirmava claramente que teria ido a China a trabalho, ela era babá em uma casa de família.

Segundo a delegacia, as equipes das vigilâncias sanitárias estadual e a municipal, teriam sido acionadas, eles afirmaram que até comunicaram o caso ao ministério da saúde.

Após as informações dadas pela mulher, familiares a amigos dela estiveram no local, e negaram que a mesma estivesse saído do pais, pois ela nem passaporte possuía.

Diante dessa revelação, agentes foram atras para analisarem melhor sobre a informação juntamente com a policia federal, e descobriram a farsa, imediatamente seguiram para a upa e fizeram a prisão da mulher.

Após a prisão, a mulher revelou a policia que havia mentido para conseguir preferência no atendimento na unidade de saúde. a mulher foi autuada em flagrante e deve responder pelos crimes de falsidade ideológica.

Além do artigo 41 da lei de contravenções Penais, onde visa provocar alvoroço, provocando desastre ou perigo que não existe, ou exercer uma situação no qual ocasione panico e tumulto.

Momento em que a mulher é presa:

PUBLICIDADE

Escrito por Margareth Santos

Gosto de dedicar uma parte do meu tempo levando noticias e informações através de matérias relacionadas a tudo, inclusive de saúde, culinária, famosos e do mundo da maternidade.