Mãe grávida de trigêmeos precisa optar entre abrir mão de um bebê para salvar os outros dois ou então perder todos

Com 19 semanas de gestação, ela foi diagnosticada com apenas 19 semanas, com uma condição raríssima que botava em risco a vida dos seus trigêmeos

Já imaginou você precisar escolher entre um dos seus filhos, para que todos os outros possam continuar vivos? Situação difícil, não é mesmo? Foi exatamente isso que aconteceu com a britânica Summer Shillingford, ela já era mãe de Violet, de 6 anos de idade, fruto do seu casamento com Davidson, e depois de algumas conversas, o casal resolveram que queriam mais um filho e passaram por novas experiências com a Fertilização In Vitro.

Após três tentativas, Summer conseguiu engravidar, ela ficou muito feliz e presumia que aguardava por apenas um bebê, já que tinha quatro embriões, e apenas um sobreviveu. Entretanto, para sua surpresa, o embrião acabou se dividindo formando trigêmeos idênticos.

PUBLICIDADE

A britânica contou que seu médico ficou surpreso, pois nem mesmo ele com toda a experiência, nunca havia visto algo parecido antes.  Contudo, na 19 semana de sua gestação, Summer recebeu uma notícia assustadora. Ela havia sido diagnosticada com uma síndrome da transfusão feto-fetal, podemos considerar uma condição raríssima, no entanto, é capaz de aparecer quando, em gravidez múltiplas, e os bebês acabam compartilhando da mesma placenta.

Este tipo de síndrome acontece, quando os vasos de circulação dos gêmeos iniciam uma comunicação, e isto faz com que um dos bebês comece a receber uma parte do sangue do outro feto, ficando com um volume excessivo, enquanto o outro acaba ficando com sangue reduzido.

PUBLICIDADE

Summer contou, que os médicos então sugeriram, que ela abortasse o seu bebê 2, para que pudesse dar a chance de salvar os outros dois. No entanto, seu instinto materno falou mais alta, e ela não aceitou. Os médicos então deram a ela uma segunda opção, que seria realizar um procedimento a laser para tentar cauterizar os vasos que estavam desiquilibrando o sangue na placenta.

Os instintos maternos de Summer, felizmente estavam certos. Os bebês nasceram com apenas 32 semanas, e para felicidade dos pais todos vivos. O pai dos trigêmeos, Davidson, disse que foi um ocasião muito feliz, e ao mesmo tempo aliviador, uma grande alegria poder ver os três filhos chorando.

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

Escrito por Redatora Cs

Escrevo vários tipos de conteúdo, mas gosto muito de escrever notícias sobre famosos, histórias de superação e testemunhos.