Igreja Universal é condenada pela justiça a pagar indenização por ter obrigado pastor a fazer vasectomia

De acordo com as informações os pastores solteiros tinham que realizar o procedimento.

A igreja Universal do Reino de Deus, foi condenada pelo Tribunal Regional do Trabalho de Belo Horizonte a pagar uma indenização de 50 mil reais por danos morais a um pastor.

A condenação saiu nessa última quarta-feira (9) pela Regional do Trabalho da 3ª Região, o pastor foi obrigado a realizar uma vasectomia e tinha que transportar uma quantidade elevada de dinheiro dos dízimos.

PUBLICIDADE

A decisão da 12ª vara do trabalho foi expedida pelo juiz Marcos Vinícius Barroso, segundo o magistrado, o excesso fez com que a igreja ficasse responsável por uma indenização, o homem foi obrigado a fazer uma vasectomia e obrigado a levar uma quantia de dinheiro no seu próprio carro.

Consta nos documentos que o pastor realizou a vasectomia há 17 anos, mais 30 homens realizaram esse procedimento na capital mineira.

PUBLICIDADE

O pastor falou que a igreja obrigava a todos os pastores que eram solteiros a realizarem essa operação, era imposição da igreja porque muitos pastores tinham filhos, também eram obrigados no final do dia a levar todo dinheiro, uma quantidade elevada para a sede.

A Igreja Universal entrou com recurso querendo a extinção do processo, alegando que havia prescrevido, porque a reclamação acontece agora, mas a vasectomia só foi realizada no ano de 2003.

PUBLICIDADE

Mas o juiz Marcus Vinicius, afirmou que todo aquele que exerce direito e ultrapassa o limite dos fins sociais e a boa fé no contato, deve ser penalizado, por isso a igreja é responsável pela indenização e pagará uma multa de 50 mil reais ao pastor.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.