Diego Hypólito revela depressão e tentativa de suicídio, após ter assumido sua homossexualidade

O atleta contou que está namorando, no entanto, não revelou quem é o rapaz.

Diego Hypólito fez uma participação no (Sensacional), da emissora RedeTV, que irá ser exibido no decorrer da noite desta quinta-feira, (13).

O atleta teve um papo com a apresentadora Daniela Albuquerque, e fez algumas declarações a respeito de sua vida pessoal, ele disse como conseguiu superar um período difícil que passou em sua vida.

PUBLICIDADE

Há pouco tempo, Diego Hypólito assumiu sua homossexualidade, e anunciou que está namorando um rapaz, no entanto, ainda não revelou que é.

O esportista escolheu deixar a identidade do seu namorado em sigilo, e deixou muitas pessoas surpreendidas ao falar que está no relacionamento há cerca de 1 ano e meio. “Estou namorando, mas identidade não revelada”. Ele disse que a identidade não importa, o importante é que está pessoa tem feito muito bem a ele.

PUBLICIDADE

Ao conversar a respeito de sua depressão, ele se emocionou ao tocar no assunto: “Não sei por que fiz isso, acho que era um período de muito desespero”. Ao ter uma crise de ansiedade, normalmente a pessoa nunca sabe a verdadeira razão. “Eu tomei remédio durante dois anos e hoje em dia não tomo mais, estou curado”. Ele revelou que foi no esporte que encontrou motivos para continuar seguindo em frente, “não teria conhecido o mundo todo, não teria tido oportunidades financeiras, e isso precisa ser para todos, não só para o Diego”, falou.

O esportista expôs a vontade que tem em investir em novos projetos, além do esporte. A jornada dele até aqui, foi muito longa, no entanto, Diego declarou que nunca na vida pensou em desistir, mesmo diante de muitas barreiras encontradas pelo caminho. “Quando tudo dizia que eu não chegaria onde cheguei, veio uma força interna”, ele disse que essa força, vem do povo brasileiro, que mesmo diante de todas as lutas e dificuldades, nunca pensam em desistir. “Se fosse pensar em desistir, eu deveria ter desistido há muito tempo”.

PUBLICIDADE

Depois de assumir sua homossexualidade, Diego que já foi bicampeão mundial de solo, recordou que já sofreu muito por esconder sua sexualidade. Desde quando ainda era mais novo, ele via está condição sendo negativa em sua vida. “Quando eu tinha uns dez anos, um treinador foi dizer para a minha mãe que ela devia mudar minha educação para que eu não virasse gay”.

Ele disse que sua mãe, chegou a falar com ele sobre o assunto, pois estava muito preocupada. Por ser ainda muito inocente, e sem ter o conhecimento do que realmente era isso, ele acabou ficando marcado com as palavras.

O atleta veio de uma família muito religiosa e humilde, e demorou muito para conseguir falar sobre o assunto, com medo da autocrítica. “Eu tinha vergonha porque na minha cabeça ser gay era ser um demônio, um ser amaldiçoado que vive em pecado”.

De acordo com o esportista, ele chegou a ter que disfarçar para conseguir frequentar lugares do meio LGBT. ”Meus amigos livres, leves e soltos e eu lá, cheio de roupas”.

Ele disse que chagava a suar de tanto calor, por causa das roupas que usava, e quando alguém o olhava ele virava o rosto, pois tinha muito medo de ser descoberto por alguém.

Para finalizar, Diego pediu que ninguém precisa aceitar sua maneira de viver, no entanto, a única coisa que ele pede é educação, na hora de falar sobre sua pessoa: ‘’Ninguém é obrigado a entender nada, mas é obrigado a respeitar”. No final, o atleta falou que jamais vai deixar de viver a vida que o deixa feliz. “Eu sou gay’’.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Juliana De Oliveira

Redatora nas horas vagas, adoro escrever sobre famosos, notícias, culinária e assuntos diversos. Contato: [email protected]