CPF do filho de William Bonner é aprovado para o auxilio emergencial, e jornalista se pronúncia

O jornalista fez uso das redes sociais para relatar o problema que havia ocorrido envolvendo seu filho.

O Apresentador do Jornal Nacional, William Bonner, resolveu fazer uso de suas redes sociais para relatar uma história de fraude no qual presenciou contra seu filho.

Vinicius Bonner de 22 anos de idade foi alvo de criminosos que tiveram a audácia de clonarem o seu CPF para fazer o pedido de auxilio emergencial.

PUBLICIDADE

Além disso o sistema de fraude além de envolver o filho do jornalista, também possui o sistema elaborado pelo governo no intuito de ajudar famílias necessitadas com o valor do auxilio emergencial de 600 reais.

O jornalista revelou que á 3 anos, o seu filho foi alvo de estelionato, clonaram seu CPF e o utilizaram para realizar a aberturas de empresas, fazer a contratação de serviços de TV por assinatura entre outros serviços.

PUBLICIDADE

Segundo o apresentador, desde então a família travou uma batalha na justiça com o intuito de corrigir o problema, já até foram orientados que Vinicius fizesse a troca do seu CPF.

Infelizmente o processo é bem longo para a provação, e tempo e dinheiro se esvaem durante o seu desenrolar. Porém nesta terça feira, dia 19 de maio, a família de Bonner teve outra grande surpresa.

PUBLICIDADE

O CPF de Vinicius teria feito a solicitação para receber o auxilio emergencial, após tomarem ciência da situação, o jornal meia hora entrou em contato com a família do apresentador, que negou haver feito a solicitação.

Ao ir averiguar a situação, William Bonner descobriu que o auxilio teria sido solicitado através do CPF do filho, foi ai que a família descobrir que através dos documentos do garoto alguém teria fraudador para conseguir o beneficio.

Só que dessa vez a situação foi ainda mais grave, já que foi liberado um valor de ajuda á pessoas que realmente necessitam do dinheiro, e teria sido liberado no CPF de alguém que não precisa dessa ajuda.

Além disso, o sistema Dataprev teria feito a aprovação do beneficio em um CPF que não possui o direito á receber o valor de 600 reais, o que teria gerado uma falha no sistema de apuração deles, um erro cometido por eles.

Veja abaixo o pronunciamento do jornalista através das redes sociais:

https://twitter.com/realwbonner/status/1263469430232711171

PUBLICIDADE

Escrito por Margareth Santos

Gosto de dedicar uma parte do meu tempo levando noticias e informações através de matérias relacionadas a tudo, inclusive de saúde, culinária, famosos e do mundo da maternidade.