Cantor sertanejo Eduardo Costa desagrada internautas, diz que Brumadinho “cheira corpo, cheira morte”

O cantor Eduardo Costa se envolveu em uma nova polêmica. Desta vez, uma fala do músico sobre Brumadinho, na Grande BH, onde o rompimento de uma barragem em 2019 deixou 259 mortos, causou revolta nas redes sociais.

O cantor sertanejo Eduardo Costa, está sempre envolvido em polêmicas, pois como diz os avós ele não tem papas na língua, desta vez o músico falou sobre Brumadinho na grande BH, o local em 2019 onde uma barragem se rompeu e morreram por causa da grande quantidade de lama   259 pessoas.

O cantor Eduardo Costa, estava falando em um vídeo e o artista comenta com seus seguidores que iria realizar uma Live no município Mineiro em Brumadinho, então falou as palavras que se tornaram polêmicas nas redes sociais, comentou que a cidade cheira corpo, cheira morte.

PUBLICIDADE

O cantor disse que não está definido, estão procurando um lugar mas a cidade foi destruída, nas palavras do cantor não tem como realizar qualquer tipo de evento na cidade, porque aquele lugar cheira corpo, cheira morte e quem passa lá vê.

A declaração de Eduardo Costa não foi bem aceita pelos internautas, o vídeo foi apagado pelo cantor mas muitas pessoas continuaram comentando este assunto nas redes sociais.

PUBLICIDADE

A Prefeitura de Brumadinho se manifestou em nota, eles disseram que lamentam a colocação infeliz do cantor sertanejo sobre a cidade, disseram que a cidade enfrentou e continua enfrentando esse luto e que Eduardo Costa é um artista que sempre compareceu em Brumadinho, sempre a população era recíproca para com ele e disseram que o cantor Eduardo Costa, talvez por falta de informação sobre a situação real da cidade, ele tenha se equivocado e tenha usado mal as palavras.

A assessoria do artista como o próprio Eduardo Costa foram procurados mas não deram explicações ainda.

PUBLICIDADE

Muitos internautas questionaram sobre esse assunto nas redes sociais, disseram que ele não deveria mais ir em Brumadinho.

Em 2019 no mês de janeiro, Brumadinho foi palco de uma catástrofe terrível que abalou e emocionou todo país, a barragem se rompeu e destruiu toda a cidade e a lama matou 270 pessoas, sendo que até hoje 11 corpos não foram encontrados.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Marcos Antonio Martins

Marcos Martins, é mineiro da gema, nasceu no dia 30 de abril 1975, tem dois filhos lindos que não sabe se parece com ele ou com sua esposa, é cheio de defeitos, mas as qualidades são perceptíveis.